.





A Federação Bahiana de Futebol (FBF), no final da tarde desta quinta-feira (23), anunciou o trio de arbitragem responsável por comandar a primeira partida da final do Campeonato Baiano, entre Vitória da Conquista e Bahia.

No Estádio Lomanto Júnior, no próximo domingo (26), às 16h, o responsável pelo primeiro jogo da decisão será o experiente Lúcio José Silva de Araújo. Os auxiliares serão José Raimundo Dias, e Jucimar dos Santos.
Será o terceiro jogo do Bahia comandado por Lúcio neste estadual. Na primeira rodada, também contra o Vitória da Conquista, o tricolor baiano foi derrotado por 2 a 0, com direito a expulsão do lateral Railan e pênalti para o bode.
O segundo jogo foi em Salvador, na Arena Fonte Nova, entre Bahia e Galícia. Desta vez, o esquadrão goleou o granadeiro por 4 a 0.

Fonte: Bahia Notícias
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias






A palavra que melhor define sobre tudo que aconteceu na Fonte Nova, se chama frustração. Durante o fim de semana passado até ontem, o assunto mais comentado era a final da Copa do Nordeste envolvendo Bahia x Ceará, e para os tricolores em especial que promoveu uma linda festa nas arquibancadas, com direito a mosaico e cantos que acompanhavam a guitarra do pai do axé music, o genial Luís Caldas, até então nada poderia dar errado.





Com os desfalques de Titi e Bruno Paulista, a incumbência de parar o ataque alvinegro caia na responsabilidade de dois jogadores vindos da base tricolor: o Robson que já atuou em duas partidas esse ano ( Galícia e Feirense) e Patric, o qual mostrou superação para está apto para esse grande duelo.  Quando a bola rolou, as duas equipes procuravam estudar cada jogada para não ser surpreendidos, o panorama típico de uma finalíssima de campeonato, o que restava para o torcedor é a paciência, calma e a fé.

Mesmo com algumas oportunidades e a maior delas foi com Souza, que recebeu dentro da área não conseguiu finalizar de forma correta, desse modo facilitou as coisas para Luís Carlos. Do lado cearense que encontrava os espaços deixados pela defesa tricolor, e o meia Ricardinho em uma dessas ocasiões encontrava a maneira para incomodar, e quase Marinho abria o marcador na capital baiana. 

Na etapa complementar, o Bahia retornou com mais ímpeto e ditava todo roteiro da partida. Do trio conhecido como "KGB",  uma letra ou outra tentava se sobressair da forte marcação que no intervalo sofreu uma mudança tática feita por Silas, que reposicionou os zagueiros para interceptar as principais jogadas ofensivas do tricolor ( Observem no primeiro tempo, o Ceará foi a campo com a tradicional linha de dois zagueiros e dois laterais, no entanto a dupla se converteu em três para justamente anular cada membro do ataque do Bahia).

A intensidade  tão cobrada por vários e principalmente na última partida contra a Juazeirense, teve uma breve aparição nos minutos inicias, porque nem o tricolor mais confiante iria imaginar num possível golpe fatal, mas ele ocorreu de um lance inesperado.   Para infelicidade de muitos, o gol do Vozão aconteceu de uma maneira bizarra. O atacante Marinho trocou passes com Samuel e cruzou para área, Ricardinho se antecipa a Thales e bate de primeira, na tentativa de encaixar a bola, o goleiro Jean engole um frango e o silêncio se faz presente na Fonte. 


O tempo já se esgotava e o Bahia se lançava ao ataque em busca de igualar o marcador. Na grande chance que teve, Rômulo lançou para Zé Roberto que chutou em cima do arqueiro cearense, que de maneira heroica evitou o gol tricolor. Logo em seguida, Tony cruzou para Maxi e na cabeçada a gorduchinha passou muito perto da trave de Luís Carlos. Sem forças, o Bahia pôs fim a sua invencibilidade no ano de 16 partidas invicto e de quebra o tabu dentro de casa sem perder, um verdadeiro balde de água fria nessa imensa nação apaixonada.




Um capítulo se foi, agora é reunir forças para reverter a vantagem que agora pertence ao adversário. E na história do Bahia que é feita  de superação, raça e vontade, seria injusto dizer que a Copa do Nordeste  acabou. Vamos Bahia, ainda existem razões para acreditar!.




Curtas: 

-  Sérgio Soares não conseguiu furar o bloqueio defensivo que Silas montou, principalmente no segundo tempo no momento em que o Bahia estava sendo derrotado. Infelizmente o técnico do alvinegro cearense foi mais estrategista e saiu da Fonte Nova com uma pequena vantagem.

- Parabéns e muitos parabéns pela grande festa que a torcida fez. Além de ter esgotado todos os bilhetes para o jogo, teve ainda a competência de realizar um lindo mosaico que causou arrepio e lágrimas de pertencer a essa legião de apaixonados. Ser tricolor é está acima da média!

- Se numa partida qualquer não se pode perder gol, nas raras chances que o Bahia encontrou , faltou competência para balançar a rede do Ceará. Outro destaque negativo é o nervosismo após sofrer o tento do adversário, após Ricardinho ter inaugurado o marcador , o time se espalhou em campo e não soube trabalhar com a bola dominada.

- Qualquer goleiro do mundo sofre ou já passou por maus bocados. Jean esteve bem o jogo inteiro e por infelicidade foi a vítima da vez, mas entre os três goleiros que tem no elenco, nos fundamentos de posicionamento, saída do gol e reposição , é o melhor e Sérgio precisa bancar o garoto na partida em Conquista e no jogo da volta no Castelão.


Por : Lucas Cezar
Twitter: @lukinhascezar91
Imagens : Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia 
Imagem: ESPN

Na noite da última terça-feira (21/04/15), o Presidente do Bahia Marcelo Sant'Ana foi o convidado do programa "Bola da Vez" da ESPN, e para aqueles que pensam que ser jovem é motivo de inexperiência, percebeu durante toda entrevista que o jovem presidente tem uma visão moderna, é sensato e sabe muito bem do que estava falando.  
Foi apenas uma entrevista, mas pareceu uma palestra, não aquelas palestras chatas que você fica doido pra ir embora, mas aquelas em que o palestrante é tão bom que você não quer que acabe e fica querendo bis, a repercussão não poderia ter sido melhor, e ao longo do programa os torcedores de diversos clubes o elogiaram pelas redes sociais e se encantaram com a visão moderna do jovem cartola.  

O mesmo não teve papas na língua e falou sobre diversos assuntos, muitos deles polêmicos, ele afirmou que o modelo atual do campeonato Brasileiro e a distribuição de cotas é injusta e cobrou debate sobre a distribuição econômica, falou também que está aguardando a resposta em relação a participar da reunião de distribuição de cotas do ano de 2016, já que 4 clubes que estão na serie B irão subir e participar da competição provando que apesar de estar na serie B continua de olho na parte mais alta do futebol Brasileiro, e disse também que os clubes Brasileiros são desunidos e por isso o cenário do futebol não muda, e que o bom senso é um grande avanço em questão de valorizar o jogador, mas discordou em relação a alguns pontos como a questão de pagar salários em dias, onde o jogador cobra  salários tão altos, e em relação ao calendário, que tem que ser bom para ambas as partes, clube e jogador, comentou sobre a valorização da base e o alto número de garotos no elenco profissional, afirmando que é perigoso mas que confia nos jovens do clube, e que negou a sondagens de clubes Brasileiro pelo jogador que subiu da base tricolor Bruno Paulista.  

E para encerrar o cartola disse que o maior rival do Esporte Clube Bahia é a praia e a emissora Globo e não o Vitória, até porque o jogo é apenas 90 minutos e não acontece com tanta frequência, sendo que atrair o torcedor numa tarde de domingo numa capital que tem belíssimas praias é um tanto complicado, e a Globo na questão do interior, a emissora prefere passar jogos dos times do Rio e São Paulo ao invés de passar os da Bahia, e nesse quesito acabamos perdendo torcedores para os times de fora, mas que é preferível que o torcedor acabe errando e torcendo pro Vitória do que para times de fora do estado, ele afirmou que o clube antes de querer ser grande em outros estados, é necessário que seja grande no seu próprio estado e depois vá para os estados onde são carentes de time. 
Para os torcedores que não puderam assistir a entrevista a reprise será hoje as 18:30h no canal ESPN +.  

Confira abaixo os principais comentários de torcedores do Bahia e de outros clubes no twitter:




















Pablo dos Santos Alves, da Paraíba, foi o sorteado para ter a missão de comandar a primeira grande partida da final da Copa do Nordeste 2015, que acontece na noite desta quarta-feira (22), às 22h, na Arena Fonte Nova. 
 
Aos 40, o árbitro paraíbano vai apitar o quinto jogo na Copa do Nordeste, o segundo envolvendo o Ceará. Recentemente, no Castelão, ele trabalhou no empate sem gols do vozão frente o Vitória.

Pablo, na Arena Fonte Nova, no duelo entre Bahia e Ceará, terá como auxiliares Luis Felipe Gonçalves Correa e Márcio Freire Lopes.

O juiz, ainda que não tenha trabalhado diretamente em partidas do Bahia, estava presente como 4º árbitro no empate do tricolor com o Campinense, pelas quartas de final, em Campina Grande. Ele, inclusive, foi atingido na cabeça por um objeto e precisou de atendimento médico.



Fonte : Bahia Notícias/ Felipe Santana





Acabou! Os ingressos para o duelo entre o Bahia e o Ceará, na próxima quarta-feira (22), esgotaram às 21h30 desta segunda-feira (20). Ao todo, foram disponibilizados 41,5 mil entradas para a torcida tricolor, neste primeiro jogo da final da Copa do Nordeste. 

As vendas começaram na noite do sábado (18), de forma exclusiva para os sócios-torcedores em dia com o pagamento da mensalidade. Desde então, a torcida do Bahia enfrentou filas para conseguir a entrada. Além disto, o sistema de vendas da Arena Fonte Nova apresentou problemas na manhã desta segunda (20) e dificultou a comercialização dos bilhetes.
venda foi suspensa na tarde de hoje pela internet e no balcão da Ticketmix do Shopping Paralela, passando a acontecer somente nos shoppings Salvador e da Bahia. A entrada mais barata para a partida custou dez reais e mais cara R$ 140. 
Confira comunicado do Bahia na íntegra sobre fim da venda dos ingressos:
"O Esporte Clube Bahia e a Fonte Nova Negócios e Participações informam que, às 21h30 desta segunda-feira (20), os ingressos disponibilizados para a torcida tricolor para a final da Copa do Nordeste se esgotaram.
Foram disponibilizados cerca de 41,5 mil entradas, sendo cerca de 38 mil para a Nação e 3 mil corporativas (contabilizados como público pagante), além de 590 assentos especiais, reservados para pessoas com deficiência, obesos e acompanhantes. Ao todo, 6.370 assentos são bloqueados por medida de segurança, área para imprensa e camarotes.
Agradecemos ao torcedor tricolor pela resposta positiva, pedimos desculpas pelos incidentes durante o dia e seguimos trabalhando para melhorar cada vez mais a operação". 

Texto e Imagem : Correio da Bahia